domingo, 6 de agosto de 2017

Estudo aponta que vida sexual ativa melhora o desempenho profissional

O estudo foi feito pelo grupo da Universidade Estadual de Oregon
Um estudo feito pela Universidade Estadual de Oregon, nos Estados Unidos, revelou que pessoas com a vida sexual ativa e saudável têm um melhor desenvolvimento no meio profissional. A pesquisa divulgada pelo professor Keith Leavitt, acompanhou 159 casais por duas semanas, ao final de cada dia era necessário que o par respondesse um formulário onde revelavam se tinham feito sexo no dia anterior, a partir disso o grupo de pesquisa analisava o humor e desempenho dos participantes em seus respectivos empregos.

O resultado provou que os casais que afirmaram ter feito sexo no dia anterior ao formulário desenvolveram melhor as tarefas. Leavitt afirma que a prática é um benefício tanto para os colaboradores quanto para a empresa. “Ter um bom relacionamento, que inclui uma vida sexual saudável, ajuda os funcionários a se manterem felizes e engajados no trabalho, o que beneficia tanto os colaboradores quanto as empresas”, declarou.

Além deste resultado, o estudo feito pelo grupo da Universidade Estadual de Oregon provou que o estresse no trabalho afeta a vida sexual dos participantes da pesquisa. De acordo com o relatório, o aumento da dopamina, componente liberado durante o sexo, não tenha o mesmo potencial motivador, quando há preocupações com o acumulo de tarefas.

“Isto é um lembrete de que o sexo tem benefícios sociais, emocionais e psicológicos, e é importante torná-lo prioridade. Os chefes deveriam encorajar seus colaboradores a fazerem isso”, explicou Leavitt.

Nenhum comentário:

Postar um comentário