domingo, 13 de agosto de 2017

Colher de chá aos nanicos

A Câmara afrouxou a proposta do Senado que limita recursos e tempo de TV de partidos nanicos, segundo O Globo.

O texto original só permitia acesso aos partidos que atingissem na próxima eleição 2% dos votos nacionais nos pleitos para deputado federal e ainda conseguissem obter o mesmo percentual em pelo menos 14 estados.

“Relatora da proposta na Câmara, a deputada Shéridan (PSDB-RR) reduziu a exigência nacional para 1,5% dos votos, o número de estados para nove e o percentual de votos a ser atingido em cada um deles para apenas 1%.

Com isso, PV, PROS, PPS, PCdoB e PSOL seriam beneficiados.”

A justificativa é de que apenas um modelo mais brando tem chance de ser aprovado até outubro e vigorar em 2018.  O Antagonista

Nenhum comentário:

Postar um comentário