quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Cícero é afastado do São Paulo; atleta diz que foi transformado em culpado pela má fase do tricolor

Por GloboEsporte.com, São Paulo
O meia Cícero lamentou seu afastamento do São Paulo. O jogador, em nota divulgada por sua assessoria, negou que tenha problemas de relacionamento com alguns companheiros e disse que foi transformado em culpado pela má fase do time.

– Gostaria de esclarecer algumas informações que estão sendo veiculadas na imprensa sobre a minha situação no São Paulo. Quero deixar claro que não tenho inimizade alguma dentro do elenco, muito pelo contrário, tenho muitos amigos e sempre tive uma ótima relação com todos. Fiquei muito feliz em receber ligações de vários companheiros prestando solidariedade nesse momento – afirmou o jogador.

– Retornei para o São Paulo para ajudar o time a conquistar grandes coisas. Saí da minha zona de conforto, pois estava muito bem adaptado ao Rio de Janeiro, e aceitei a proposta de voltar por confiar no projeto que a diretoria e a comissão técnica me ofereceram. Infelizmente, a fase que o São Paulo se encontra dentro e fora de campo não é boa, e como normalmente acontece no futebol, quiseram achar um culpado por toda situação – ressaltou.
Cícero passou a treinar separado a partir desta quarta-feira, no CT (Foto: Erico Leonan / site oficial do São Paulo FC)

Cícero ressalta que vai respeitar a decisão tomada pelo clube e que continuará trabalhando da mesma maneira até que seu futuro seja conhecido.

– Voltei ao clube através de um convite do Rogerio Ceni, homem escolhido pela direção para comandar o time na temporada, mas que teve seu trabalho subitamente interrompido para que uma nova comissão técnica assumisse o comando do elenco – continuou.

– Fico triste com a decisão tomada pela diretoria do São Paulo, mas vou respeitar e trabalhar. Agradeço pela oportunidade de vestir a camisa. Em todos os clubes que defendi, sempre trabalhei da forma mais profissional possível e nunca tive histórico de problemas de relacionamento. Ao longo dos anos, construí uma carreira séria com conquistas e gostaria que isso fosse respeitado – disse o meio-campista.

Cícero passou a treinar separado do grupo principal nesta quarta-feira. Na atual temporada, ele disputou 32 partidas e marcou quatro gols.

Nenhum comentário:

Postar um comentário