quarta-feira, 9 de agosto de 2017

Centrão decide não votar reforma da Previdência para evitar desgaste antes de 2018

Foto: Lula Marques / Agência PT
Os partidos que compõem o Centrão decidiram não votar a reforma da Previdência. Líderes do PP, PR e PSD mandaram avisar ao presidente Michel Temer que não há condições de aprovar a matéria, por causa do desgaste às vésperas de uma nova eleição, principalmente depois de terem arquivado a denúncia da Procuradoria-Geral da República (PGR) contra o peemedebista. "Reforma da Previdência se vota no início de mandato. Em final de mandato é muito perigoso colocarmos uma matéria dessa, ainda mais no momento em que estamos vivendo na Câmara dos Deputados", disse José Rocha (PP-BA), de acordoc om o blog do Camarotti, no G1. O grupo também quer mostrar ao governo a insatisfação com o espaço dado a partidos que não votaram com maioria a favor do presidente, como o PSDB. "A reforma tem que ser votada dentro de uma uniformidade da base, e o governo não tem essa uniformidade. A discussão da Previdência abre a porta para a sociedade ir para as ruas. É tudo o que o governo tem que evitar diante de uma segunda denúncia", observou o líder do PSD, Marcos Montes (MG), em referência a mais uma denúncia da PGR. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário