segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Amazonino Mendes e Eduardo Braga disputam 2º turno no Amazonas

por Pedro Venceslau, enviado especial | Estadão Conteúdo
Foto: Edson Piola / Portal do Amazonas
Com 99% das urnas apuradas, o ex-governador Amazonino Mendes (PDT) venceu o primeiro turno da eleição suplementar para o governo do Amazonas com 38,3% dos votos, o que equivale a 574.395 votos. Em segundo lugar ficou o também ex-governador Eduardo Braga (PMDB), com 27,4% dos votos (372.941 votos). Os dois vão disputar o segundo turno, que está marcado para o dia 27 de agosto. A ex-deputada Rebecca Garcia (PP) ficou em terceiro, com 17,6%, seguida por José Ricardo (PT), 11,9% dos votos. Fora de época, o pleito foi convocado após a cassação do governador José Melo (PROS) por compra de votos nas eleições de 2014. O vencedor só será diplomado após o julgamento, pelo TSE, dos últimos recursos da defesa de Melo, que ainda não foi marcado. O ministro Gilmar Mendes, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), esteve neste domingo (6) em Manaus para visitar o quartel-general da eleição suplementar para o governo do Amazonas na sede do Tribunal Regional Eleitoral (TRE). O magistrado garantiu que o processo não corre mais risco de ser suspenso ou anulado. "Essa questão está praticamente resolvida. Me parece que essa decisão é definitiva. Claro que pode haver recursos ao STF, mas a reclamação (embargos de declaração) é mais de índole formal, o fato de ter se mandado cumprir o julgado sem a publicação do acórdão. O eleitor amazonense pode ir às urnas com segurança". BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário