quinta-feira, 20 de julho de 2017

TJ-BA desiste de pagar diárias em hotel de luxo para juízes após repercussão negativa

por Cláudia Cardozo
Foto: Leitor BN/WhatsApp
Após a denúncia veiculada pelo Bahia Notícias de que o Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA) bancaria um evento para mais de 600 magistrados em um hotel de luxo, a Corte decidiu voltar atrás (clique aqui e saiba mais). A estimativa de valores feita pelo Bahia Notícia contava apenas com a participação dos desembargadores. Caso o tribunal assumisse os custo de duas diárias do hotel por cerca de R$ 200, para os 600 magistrados, o custo total seria de aproximadamente R$ 240 mil. De acordo com um ofício assinado nesta quarta-feira (19) pela presidente do TJ, desembargadora Maria do Socorro, o tribunal, “após rever as prioridades, considerando o momento de reordenação estrutural e de pessoal, com o impacto financeiro direto sobre a administração, houve por bem cancelar a celebração comemorativa”. O evento, Encontro de Magistrados da Bahia, seria realizado nos dias 10,11 e 12 de agosto no Hotel Grand Palladium, em Imbassaí, em comemoração ao Dia do Magistrado. O tribunal ainda reforça que “a decisão prioriza as ações administrativas que se impõem neste momento, embora o custo ajustado seja substancialmente inferior àquele equivocadamente divulgado pela mídia”. O TJ-BA ainda propôs ao hotel a manutenção do preço acordado, para os magistrados que desejem assumir a sua estadia entre 11 e 13 de agosto, como forma de minorar eventual prejuízo. O custo dos quartos varia de R$ 193 a R$ 317. Tal informação dos valores foi solicitado anteriormente pelo Bahia Notícias ao tribunal, que não informou qual seria o custo da diária do hotel. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário