sexta-feira, 14 de julho de 2017

Sem quórum na Câmara, sem leitura de parecer

Sobre a denúncia contra o presidente Michel Temer.
Funciona assim: o protocolo exige que seja feita leitura do parecer aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, que recomenda rejeitar a denúncia. Só depois disso é que o parecer vai para o Diário Oficial e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, é notificado para incluir a matéria na pauta de votação.

Até agora não aconteceu nada. A leitura estava prevista para hoje de manhã. Mas a base aliada não conseguiu manter 51 deputados em Brasília – é o número mínimo necessário para leitura – afinal, hoje é sexta-feira.
Com apenas 24 deputados, a sessão não foi aberta e a leitura foi adiada para segunda-feira. Não podemos nos esquecer, que segunda é o último dia antes das férias dos deputados, periga não dar certo também.

Nenhum comentário:

Postar um comentário