sexta-feira, 21 de julho de 2017

Recepcionista é demitida por ‘não ter opinião’ sobre condenação de Lula

Calma, gente
Quem conta a história é Ancelmo Gois, n’O Globo.
Quarta passada, depois da condenação de Lula, a colorista (quem pinta o cabelo) de um salão de madames em Ipanema, na Zona Sul do Rio, perguntou à recepcionista o que ela achava da decisão. No que a moça respondeu que “não achava nada”, foi chamada de… “petista”.

E a colorista – que tem, entre seus clientes, as duas filhas de Eduardo Cunha – foi até o dono do salão: “Não quero ficar olhando para a cara dessa recepcionista petista”. Ontem, a moça foi demitida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário