domingo, 2 de julho de 2017

Recepcionista é agredida por paciente dentro do hospital municipal

Uma agressão foi registrada na manhã desta quarta-feira 28/06/2017, dentro do Hospital Municipal Dra Francy Frota na cidade de Ipaporanga (CE). 

A nossa reportagem foi informada que que uma paciente por nome Daniela, residente no Distrito de Sítio Araras ( região serrana) no município de Ipaporanga teria agredido uma funcionária do referido município. 

Entramos em contato com a funcionária do hospital que nos confirmou a informação. Leidiane Lira, funcionária pública municipal e que trabalha como recepcionista do hospital municipal Dra Francy Frota, foi a vítima das agressões da paciente Daniela que aparentemente apresenta ter Problemas psicológicos .

Segundo a recepcionista do hospital, tudo teria começado depois que a paciente levantou do leito onde estava e passou a andar pelos corredores do hospital e passou a dizer que iria organizar umas fotos que ficam expostas no painel do hospital, e pra isso teria pedido uma fita gomada a recepcionista, que por não ter atendido o pedido da mulher, acabou sendo agredida.

Quando eu disse que não tinha fita gomada , ela a Daniela, pulou o balcão da recepção e passou a me agredir puxando meus cabelos, foi horrível eu tomei um grande susto até porque fui pega de surpresa. 

Graças a Deus que ela não fez algo de mais grave contra a minha pessoa, graças ao vigia e ao motorista que chegaram na hora e conseguiram tirar ela de cima de mim, contou Leidiane Lira a nossa reportagem. 

Outro caso
A nossa reportagem foi informada através de moradores da localidade de Sítio Araras, que antes de ser encaminhada para o hospital, Daniela vivia causando um sério risco para a comunidade, uma vez que seu comportamento violência fazia medo ao moradores uma vez que a mulher vivia armada com uma faca ameaçando moradores. 

Se não tiver um tratamento especial pra essa mulher, e se ela permanecer aqui no Sítio Araras com este comportamento , corre um risco muito grande dela até matar uma pessoa aqui na comunidade, pois ela só fala em matar as pessoas, eu mesmo vivo com medo, disse uma moradora a nossa reportagem. Fonte: Ipaporanga Noticias

Nenhum comentário:

Postar um comentário