sexta-feira, 14 de julho de 2017

‘Racismo nunca mais !’

Foto: Camargo/Agência Brasil
O deputado Sergio Zveiter, relator da denúncia contra Temer, antes de usar a palavra para suas considerações finais, pediu um tempo para um pronunciamento pessoal. Citou algumas ofensas que recebeu durante as falas dos deputados que apoiam o governo (“burro”, “traidor”, “imbecil”, “vagabundo”, etc.) para se referir com especial atenção à fala de Darcísio Perondi. “Perondi, em sua sustenção oral, acusou-me num ato vil, intencional e ardiloso de ter feio apologia ao nazismo […] Jamais me curvarei a alguém quando a ofensa contra mim for uma atrocidade racista alusiva à minha religião. Ainda que dissimulada através de um jogo de palavras. Como é de conhecimento público e sobretudo dos meus pares, eu sou o único judeu no exercício do mandato aqui na Câmara dos Deputados. O que torna ainda mais afrontosa a difamação […] Essa imputação já viola a honra de qualquer um, mais ainda contra um membro da comunidade que teve 6 milhões de membros mortos. Repudio veementemente essas acusações. Se alguém fez apologia ao nazismo, foi o próprio Perondi, que deixou transparecer sua índole de preconceito religioso […] Racismo nunca mais!”

Encerrada a reclamação, o presidente da CCJ, Rodrigo Pacheco, disse que palavras ofensivas e serão retiradas das notas taquigráficas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário