segunda-feira, 31 de julho de 2017

Procuradora-geral da Venezuela diz que Odebrecht levou US$ 30 bi por obras inacabadas

A procuradora-geral da Venezuela, a chavista-histórica Luisa Ortega Díaz, hoje rompida com Maduro, afirma que a Odebrecht recebeu US$ 30 bilhões por obras inacabadas em seu país.

O ditador Nicolás Maduro não admite investigações sobre o sistema de corrupção montado pela empreiteira no País.

Para a procuradora-geral, há fortes indícios de "superfaturamento e desvio de recursos":

- Se todos os contratos foram pagos, por que as obras não foram concluídas? A maioria está totalmente parada.

Quem levou a Odebrecht para a Venezuela foi Lula, na época de Hugo Chaves.

Nenhum comentário:

Postar um comentário