quinta-feira, 6 de julho de 2017

PF admite transferência de equipe da Lava Jato, mas diz que ação amplia combate à corrupção

Foto: Tânia Rêgo / Agência Brasil
A Polícia Federal divulgou nota nesta quinta-feira (6) confirmando a transferência da equipe das Operações Lava Jato e Carne Fraca (veja mais). Os integrantes da força-tarefa vão passar a integrar a Delegacia de Combate à Corrupção e Desvio de Verbas Públicas (Delecor). A PF alega que a ação aumenta o efetivo especializado no combate à corrupção e lavagem de dinheiro e facilita o intercâmbio de informações. "A medida visa priorizar ainda mais as investigações de maior potencial de dano ao erário", justifica o texto. A nota acrescenta que o modelo é o mesmo adotado em outras superintendências da PF, como no Rio de Janeiro, Distrito Federal e São Paulo. O órgão relata que essas unidades também são responsáveis por deflagrar operações oriundas da Lava Jato e registram "resultados altamente satisfatórios". O texto ressalta ainda que efetivo na Superintendência Regional no Paraná está adequado à demanda e será reforçado em caso de necessidade. A PF conclui a nota destacando que "reafirma o compromisso público de combate à corrupção, disponibilizando toda a estrutura e logística possível para o bom desenvolvimento dos trabalhos e esclarecimento dos crimes investigados". BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário