segunda-feira, 10 de julho de 2017

Paulinho diz a jornal catalão que espera fechar com o Barcelona esta semana

Meio-campo brasileiro afirma ao Mundo Deportivo que é uma oportunidade única ir para o "melhor time do mundo", pretende conversar com o presidente do Guangzhou e aceita redução de salário
Por GloboEsporte.com, Barcelona, Espanha
Paulinho estampa a capa do jornal Mundo Deportivo (Foto: Reprodução)
O Guangzhou Evergrande já disse que Paulinho não está a venda, mas o pensamento do meio-campo é claro: ele que jogar no Barcelona e aceitaria até diminuir o salário que está recebendo pelo sonho de defender um dos maiores times do mundo. Em entrevista ao jornal Mundo Deportivo, o meio-campo brasileiro afirmou que quer conversar com o presidente do clube chinês e que espera fechar a negociação na próxima semana.

- Não pude falar ainda com meu presidente porque viajamos para Pequim para jogar, mas espero que se o Barça vier, o Guangzhou seja flexível e possa fechar a negociação. É uma oportunidade única para mim poder jogar com o Barça, o melhor time do mundo, e rodeado dos melhores jogadores. Tenho que falar com meu presidente. Desde que chegou para mim a proposta do Barça, não deixei de pensar nisso e estou esperando que nesta semana possa resolver tudo. Se os dois clubes chegam a um acordo, minha parte com o Barça será muito fácil - disse Paulinho ao Mundo Deportivo.

O interesse do brasileiro por defender o Barça é tão grande que reduzir o salário que ganha atualmente na China para defender o clube catalão não seria um problema para ele, o que poderia facilitar a transferência. O Guangzhou, que tem Felipão como técncio, disse que rejeitou uma oferta de € 20 milhões (R$ 75 milhões) e que só vai liberá-lo caso receba o valor da multa rescisória, de € 40 milhões (R$ 150 milhões).

- O dinheiro para mim nunca foi o primeiro. Um jogador pode ganhar dinheiro em qualquer time que vá. O importante para mim é ser feliz com a decisão que se está tomando. A China agora é um gigante financeiro, mas para mim não foi prioritário o dinheiro, assim que, se o Barça me oferece uma proposta pagando menos no que no Guangzhou, para mim não é um problema, porque valorizo a opção de poder jogar em um grande da Europa, rodeado de grandíssimos jogadores e também sonho em poder ganhar a Champions League, algo que com o Barça, com a equipe que tem, posso conseguir.

Apesar de estar em alta na Seleção após a chegada de Tite, Paulinho vem tendo sua contratação questionada por já estar na China desde 2015.

- Se o Barça tem interesse em um jogador que está jogando na China é porque é bom e pode jogar lá. Eu estou em um momento maravilhoso, marcando 11 gols em 25 partidas, quatro com a Seleção. Eu confio em mim e no meu potencial, sei da minha capacidade e isso é o mais importante. Tenho que mostrar meu trabalho e aí as pessoas vão ver como jogo e poderão me julgar. Tenho claro que tenho que melhorar a cada dia e dar o melhor de mim em cada partida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário