segunda-feira, 10 de julho de 2017

Paralisação nas investigações contra Dilma e Lula

Foto: Ricardo Stuckert
Informa a coluna Expresso da revista Época:
Uma decisão do juiz Marcus Vinícius Reis Bastos, da 12ª Vara Federal do Distrito Federal, tomada na quarta-feira, 5, resultou na paralisação de investigação aberta na Procuradoria da República em Brasília para apurar o repasse de US$ 80 milhões do grupo J&F para os ex-presidentes Lula e Dilma por meio de conta secreta mantida por Joesley Batista no exterior. Além dela, outras cinco frentes de apuração abertas a partir da delação premiada de executivos do J&F ficarão suspensas até segunda ordem.
Os desdobramentos da delação do J&F na primeira instância da Justiça Federal em Brasília, incluindo a acusação contra Lula e Dilma, foram distribuídos para a 12ª Vara. Por três vezes, o juiz Marcus Vinícius rejeitou pedido do procurador Ivan Cláudio Marx para que ficassem a cargo da 10ª Vara, onde tramita a Operação Bullish, que investiga o favorecimento do grupo J&F em financiamentos do BNDES da ordem de R$ 8 bilhões – episódio não contemplado na colaboração dos irmãos Batista.

Nenhum comentário:

Postar um comentário