quarta-feira, 5 de julho de 2017

ONU destaca “Mãe Paranaense” na redução da mortalidade materna

A ONU destacou nesta terça-feira, 4, a redução da mortalidade materna através do Programa Mãe Paranaense. “Uma iniciativa que une o Banco Mundial e o Governo do Paraná fez a mortalidade materna cair 30% nos últimos seis anos, chegando a 46,5 por 100 mil nascidos vivos. Além disso, 85% das grávidas do estado já sabem exatamente onde vão dar à luz. Esses são alguns dos principais resultados do programa Mãe Paranaense, que recebeu investimento de R$ 630 milhões em centros de saúde e em capacitação dos profissionais”, diz a reportagem de Mariana Ceratti para a ONU News.

Segundo a ONU, o programa determina, conforme o risco da gravidez, onde a mulher fará o pré-natal e o parto. A estratificação de risco leva em conta diversos fatores, como estado de saúde, idade, escolaridade e raça. Para Debora Bilovus, coordenadora da rede Mãe Paranaense, o procedimento dá mais confiança às futuras mães e às equipes médicas, além de permitir melhor uso dos recursos. Leia Mais »

Nenhum comentário:

Postar um comentário