sábado, 29 de julho de 2017

O silêncio é ouro

Painel, Folha de S. Paulo
Michel Temer foi aconselhado a conter a divulgação de estimativas sobre o placar da votação de sua denúncia na Câmara, dia 2. O conselho mais enfático veio de Rodrigo Maia (DEM-RJ), que comanda a Casa parlamentar. Ele disse ao presidente que a propaganda entusiasmada sobre os apoios aguardados no plenário pode se revelar um tiro no pé. Se o número não se cumprir, avisou, ainda que Temer escape da acusação de Rodrigo Janot, o escore enxuto soará como derrota.

Para evitar o efeito bumerangue do clima de “já ganhou” o Planalto parou de reproduzir estimativas sobre a votação da denúncia. Aliados no Congresso, porém, continuam com as planilhas. Para os mais otimistas, Temer terá o apoio de 280 deputados. Os mais realistas apostam em 240.

Nenhum comentário:

Postar um comentário