quarta-feira, 19 de julho de 2017

Ministério Público do RJ consegue interdição de São Januário por 180 dias

Prazo pode ser esticado caso Vasco não comprove segurança restabelecida 
Mais uma má notícia para o Vasco no que diz respeito ao Estádio de São Januário. Depois de ser punido com a perda de seis mandos de campo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) pelos atos de vandalismo e cenas de violência no clássico contra o Flamengo, o clube sofreu nova punição nesta quarta-feira (19): o Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro (MPRJ) obteve a interdição da praça esportiva por 180 dias.

A decisão foi alcançada pelo MPRJ junto à 2ª Promotoria de Justiça de Tutela Coletiva do Consumidor. O prazo pode inclusive ser prorrogado até que o Vasco comprove os requisitos mínimos para o restabelecimento de partidas no local, além de apresentar a elaboração efetiva dos planos geral e específico, que são previstos no Estatuto do Torcedor para que jogos sejam disputados nos locais indicados durante os campeonatos previstos.

Com o prazo de 180 dias a ser respeitado, o Vasco não mais voltaria a atuar em São Januário na atual temporada, mesmo após cumprir a punião do STJD, que prevê a realização de seis partidas em municípios com pelo menos 100 quilômetros de distância da casa cruz-maltina.

O Vasco promete recorrer de ambas as punições: tanto a imposta pelo STJD, quanto a esta que aplicou a interdição de 180 dias à Colina Histórica. No caso da Justiça Desportiva, o clube carioca ainda possui mais uma instância a apelar. Vale lembrar que no último domingo o clube mandou a partida contra o Santos (SP) no Estádio Nilton Santos, sem presença de torcida. A partida aconteceu antes que as punições fossem oficializadas.  Autor: Redação FutRio / Foto: Carlos Gregório Jr (CRVG) 

Nenhum comentário:

Postar um comentário