quinta-feira, 6 de julho de 2017

Júri popular para corruptos

As chances de dar certo são mínimas, mas seria interessante se os crimes de corrupção pudessem ir a júri popular. É isso que propõe o senador José Medeiros, do PSD do Mato Grosso em seu Projeto de Lei.
O projeto inclui a corrupção passiva (receber vantagem em troca de favores) e a corrupção ativa (oferecer vantagem em troca de favores) no rol dos crimes que são submetidos a esse tipo de julgamento. Segundo o autor, como o Tribunal do Júri tem alto custo operacional, é necessário filtrar os casos em que poderá ser acionado, limitando-os àqueles que envolverem desvios de recursos superiores a quinhentos salários mínimos – equivalente a R$ 468.500,00.
Mas neste caso provavelmente nossos corruptos dariam um jeito de dividir os valores em suas negociatas. http://www.fabiocampana.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário