segunda-feira, 31 de julho de 2017

Escolas no RJ têm um caso de estupro a cada cinco dias, diz jornal

do BOL, em São Paulo
Reprodução/Google Earth
Número de estupros em escolas supera os registrados em prédios comerciais e públicos

Um levantamento feito a partir de dados do Instituto de Segurança Pública (ISP) do Rio de Janeiro pelo jornal Extra apontou que o Estado tem, em média, um caso de estupro em estabelecimentos de ensino a cada cinco dias. Os números do órgão não discriminam se os crimes aconteceram em escolas públicas ou privadas, nem fazem distinção se os locais são de ensino básico, médio ou superior.

A média foi obtida com dados de casos registrados entre janeiro de 2016 e abril deste ano. Nesse período, os dados do ISP indicam 89 casos em instituições de ensino. Nem todos os registros incluem a idade da vítima, mas, dos 82 que incluem, 74 vítimas eram menores de idade e 50 tinham menos de 10 anos na época do crime, o que dá uma média de um estupro a cada 10 dias para o último grupo.

O número de estupros registrados em instituições de ensino supera os dados de abusos em prédios comerciais, públicos e meios de transporte, ficando atrás apenas de registros em residências e vias públicas.


Na semana passada a Polícia Civil do Rio de Janeiro apreendeu cinco adolescentes, com idades entre 14 e 16 anos, acusados de casos de estupro coletivo contra uma garota de 13 anos, no Colégio Estadual Padre de Mello, em Bom Jesus do Itabapoana, cidade no noroeste do Estado.

A vítima revelou que os casos aconteceram entre os meses de maio e junho e, em um dos estupros, pelo menos 14 adolescentes teriam participado, inclusive o namorado da vítima. O diretor do colégio foi afastado do cargo e a Secretaria Estadual de Educação abriu sindicância para apurar o crime. (Com informações do jornal Extra)

Nenhum comentário:

Postar um comentário