sábado, 29 de julho de 2017

Dilma diz que Gleisi não participou da decisão de manter Costa na Petrobras

Estadão
A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) afirmou, nesta sexta-feira, 28, em depoimento à Justiça Federal de Porto Alegre, que a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) não participou da manutenção de Paulo Roberto Costa como diretor da Petrobras.

Dilma é testemunha de defesa de Gleisi, na ação penal da Lava Jato que investiga ela e seu marido, ex-ministro do Planejamento Paulo Bernardo. Em delação premiada, Paulo Roberto Costa afirmou que a senadora recebeu R$ 1 milhão para a campanha da petista ao Senado Federal em 2010.

“Ela (Gleisi Hoffmann) não participava desta decisão. Não era do âmbito dela. A senadora é uma pessoa bastante séria e extremamente rígida, quando se trata de assuntos não só administrativos, mas relativos a execução de orçamento”, disse a ex-presidente. No depoimento, Dilma pontuou que o executivo foi demitido da estatal em 2011 quando Gleisi Hoffman estava no Planalto como ministra da Casa Civil. Leia Mais »

Nenhum comentário:

Postar um comentário