quinta-feira, 27 de julho de 2017

Demissão voluntária faz economia ridícula

O Programa de Demissão Voluntária (PDV) do governo federal tem o mérito de mexer nesse vespeiro, mas a economia prevista de R$1 bilhão é quase irrelevante, considerando gastos com pessoal a cada ano: R$284 bilhões. Outro detalhe mostra como é modesta a proposta de PDV: o governo Michel Temer agora tenta economizar R$1 bilhão, mas em 2017 já aumentou a despesa com pessoal em R$15 bilhões.

As 5.000 pessoas que o governo pretende atrair para o PDV representam menos de 1% dos atuais 636.000 servidores públicos. O governo terá dificuldade de convencer os servidores a abandonar serviço público federal, que paga 80,1% a mais que o setor privado.

Trilhão é logo ali
Os gastos com pessoal só não são maiores no governo que as despesas com Previdência, que já ultrapassam meio trilhão de reais.

O temor, no Planalto, é que em breve se reproduza em escala federal a situação de estados como Rio de Janeiro e Rio Grande do Sul. http://www.fabiocampana.com.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário