sexta-feira, 28 de julho de 2017

Cunha é julgado novamente por Moro

Radar On-Line, VEJA
O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2) acaba de manter a decisão de não transferir para o Rio o processo em que Eduardo Cunha responde por corrupção passiva e lavagem de dinheiro na compra de navios-sonda para a Petrobras.

A defesa de Cunha alegava que a ação não teria relação com os casos julgados na 13ª Vara Federal de Curitiba, de Sergio Moro, pois o processo com o qual teria conexão já foi julgado.

O Ministério Público Federal do Rio, por sua vez, defendeu que o processo deve tramitar no Paraná por ser o juízo em que estão as ações da Lava-Jato.

Moro já condenou Cunha a 15 anos e 4 meses de prisão por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão fraudulenta na compra do campo petrolífero de Benin, na África, pela Petrobrás, em 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário