quinta-feira, 13 de julho de 2017

Clima tenso e condenação de Lula quase levam a troca de socos no Senado

A sentença do juiz Sérgio Moro condenando o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a nove anos e seis meses de prisão acirrou os ânimos no plenário do Senado, logo após a divulgação.

Irritado, o senador Paulo Rocha (PT-PA) gritou aos colegas que os petistas estão sendo condenados por “bandidos”. Rocha e o senador Ivo Cassol (PP-RO) se agrediram aos gritos e quase trocaram socos. A sessão acabou suspensa pelo segundo vice-presidente da Casa e presidente do Conselho de Ética, João Alberto Souza (PMDB-MA). por Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário