segunda-feira, 31 de julho de 2017

Bancada baiana: 16 votam contra Temer, 05 a favor e 05 não declarara

Dos 39 deputados federais que compõem a bancada baiana, 16 (41%) estão decididos a votar favoráveis à denúncia contra o presidente Michel Temer, na sessão plenária que decidirá na próxima quarta-feira, 02, o futuro do presidente denunciado por corrupção passiva pela Procuradoria-Geral da República (PGR). 
No levantamento feito pelo jornal A Tarde e, publicado na edição deste domingo, 30, cinco deputados (12,82%) – Lúcio Vieira Lima (PMDB), Arthur Maia (PPS), José Rocha (PR), Cacá Leão (PP) e José Carlos Aleluia (DEM), afirmaram que votarão pelo arquivamento da denúncia. Outros três vereadores (7,7%) não foram encontrados para se posicionar: Pastor Luciano Braga (PRB), Irmão Lázaro (PSC) e Cláudio Cajado (DEM). 

Outros 10 (25,6%) não declararam o voto, estão indecisos ou não declararam o voto: Benito Gama (PTB), Ronaldo Carletto (PP), Roberto Britto (PP), José Carlos Araújo (PR), Erivelton Santana (PEN), Marcio Marinho (PRB), João Carlos Bacelar (PR), Márcio Negromonte (PP), Uldorico Jr (PV), Antonio Brito (PSD), Paulo Magalhães (PSD), Elmar Nascimento (DEM), Paulo Azi (DEM), Sérgio Brito (PSD) e José Nunes (PSD).

De acordo com a reportagem, os números não consideram, entretanto, possíveis manobras que, se colocadas em práticas pelo Palácio do Planalto e seus aliados, podem provocar mudanças na composição da bancada baiana na casa. Uma delas seria a saída provisória do deputado licenciado Antônio Imbassahy (PSDB) do comando da Secretaria de Governo da Presidência da República, a fim de votar a favor de Temer no plenário da Câmara dos Deputados. 
No grupo dos que se dizem indecisos, o deputado José Carlos Araújo (PR), por exemplo, revelou que “tende a votar” pelo prosseguimento da investigação contra o presidente, apesar de o partido ter fechado questão contra a denúncia da PGR.

Estão decididos para votar a favor do acatamento da denúncia da PGR, os deputados baianos da bancada do PT, Afonso Florence, Luiz Caetano, Jorge Solla, Robinson Almeida, Valmir Assunção e Waldenor Pereira; do PCdoB, Alice Portugal, Daniel Almeida e Davidson Magalhães; do PDT, Félix Mendonça Júnior; do PSB, Bebeto Galvão; do PSDB, João Gualberto e Jutahy Magalhães Jr; do Podemos, João Bacelar e Marcos Medrado. G1.

Nenhum comentário:

Postar um comentário