sexta-feira, 21 de julho de 2017

Ato de apoio a Lula tem pouca adesão em São Paulo

Manifestantes ocupam menos de um quarteirão na Avenida Paulista
POR SÉRGIO ROXO
PT faz ato na Avenida Paulista em defesa do ex-presidente Lula - Edilson Dantas / Agência O Globo
SÃO PAULO - O ato de apoio ao ex-presidente Lula, convocado pelo PT e por movimentos sociais, reúne um público pequeno na noite desta quinta-feira na Avenida Paulista, em São Paulo.

Vestidos de camisa vermelha e portando bandeiras do PT e da Central Única dos Trabalhadores (CUT), os simpatizantes de Lula ocupam menos de um quarteirão da avenida. Na última vez em que o ex-presidente participou de um ato poĺítico no local, na greve geral do dia 15 de março, o público que acompanhou o discurso do líder petista ocupou cerca de cinco quarteirões da Paulista.

Nesta quinta-feira, Lula deve discursar por volta das 20h. O ato tem como mote "Eleição sem Lula é fraude" e foi convocado como forma de solidariedade em razão da sentença de 9 anos e meio de prisão anunciada pelo juiz Sergio Moro na semana passada no caso do tríplex do Guarujá.

Os dirigentes petistas pretendem também usar o ato para homenagear o ex-assessor especial da Presidência Marco Aurélio Garcia, que morreu nesta quinta-feira, em São Paulo.

OUTROS ESTADOS
As militâncias também convocaram manifestações em outras capitais pelo Brasil. No Rio de Janeiro, cerca de 500 pessoas se reuniram na Cinelândia em um ato organizado pela Frente Brasil Popular. No Recife, Macapá e Salvador centenas de pessoas também participaram de passeatas em defesa do ex-presidente. Leia mais: https://oglobo.globo.com/brasil

Nenhum comentário:

Postar um comentário