quinta-feira, 27 de julho de 2017

Após veto de Trump, Canadá convida trans a se alistarem no exército

Pouco depois do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciar a proibição de pessoas transgênero de integrar as Forças Armadas do país, nesta quarta-feira (26), militares canadenses fizeram uma publicação no Twitter informando que "todas as orientações sexuais" são bem-vindas.

"Damos as boas-vindas aos canadenses de todas as orientações sexuais e identidades de gênero. Junte-se a nós!", escreveu a conta oficial da Forças Armadas do Canadá no Twitter.

A postagem traz uma foto da Banda da Marinha Real Canadense em desfile das comemorações do Dia do Orgulho Gay, em Toronto, e um link com oportunidades de trabalho no exército do país.

Como mencionado pela agência "Efe", estima-se que haja cerca de 200 transgêneros nas Forças Armadas do Canadá. Dados divulgados nesta quarta informam que o Departamento de Defesa do Canadá pagou 19 operações de mudança de sexo de 2008 a 2015, com um custo total de 309 mil dólares canadenses (cerca de 250 mil dólares).

Nenhum comentário:

Postar um comentário