sábado, 15 de julho de 2017

Advogados de Cunha vão à PGR, mas não entregam anexos da delação premiada

Foto: Alex Ferreira / Câmara dos Deputados
Embora as negociações tenham avançado, a delação premiada do ex-presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ) enfrenta um impasse. Segundo informações da coluna de Mônica Bergamo, da Folha de S. Paulo, as negociações entre o deputado cassado e os procuradores estão muito duras, tanto que os advogados de Cunha estiveram na Procuradoria-Geral da República (PGR) nesta semana, mas não entregaram os anexos da proposta de colaboração. De acordo com a publicação, se de um lado a PGR diz que os relatos, até o momento, não são promissores, do outro, aliados de Cunha apontam que ele é o único capaz de implicar definitivamente o presidente Michel Temer (PMDB). BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário