terça-feira, 20 de junho de 2017

Sérgio Cabral e Adriana Ancelmo usaram helicóptero da JBS, aponta documento

Leandro Prazeres*Do UOL, em Brasília
Arte/UOL
Documento indica que Cabral, Adriana e Joesley viajaram juntos em agosto de 2015
Citado na delação da JBS, o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB-RJ) utilizou um helicóptero operado pela empresa em agosto de 2015, já depois de ter deixado o cargo. É o que aponta um documento obtido pelo UOL. Uma lista de voos anexada a um processo que tramita na Justiça Federal do Distrito Federal mostra que Cabral e sua mulher, Adriana Ancelmo, viajaram em companhia de Joesley Batista no dia 1º de agosto de 2015 a bordo de um helicóptero operado pela JBS. Um dos delatores da empresa disse que Cabral recebeu R$ 27 milhões empropina para a campanha ao governo do Rio de Luiz Fernando Pezão (PMDB).

A lista faz parte dos autos de um processo que tramita na Justiça Federal do Distrito Federal. Trata-se de uma relação de passageiros embarcados por aeronave no período que vai de junho a agosto de 2015. Essa lista foi produzida pela Global Aviation, empresa do ramo de aviação privada que opera hangares e aeronaves em diversas cidades do país.

O documento mostra que, no dia 1º de agosto de 2015, Cabral, Adriana Ancelmo e Joesley Batista embarcaram em um helicóptero no hangar da Global Aviation localizado no Aeroporto Santos Dummont, no Rio de Janeiro. A lista não indica o destino do voo. O documento indica o prefixo da aeronave utilizada: PT-JMB. 

Uma consulta ao banco de dados da Anac (Agência Nacional de Aviação Civil) mostra que o prefixo PT-JMB registrado na lista está incorreto e não corresponde a uma aeronave registrada. A grafia correta é PR-JMB - "JMB" representam as iniciais do empresário Joesley Mendonça Batista. 

Segundo a agência, o helicóptero PR-JMB pertence a um banco, mas é operado pela JBS por meio de um contrato de arrendamento mercantil. Esse tipo de situação é comum envolvendo aeronaves.

Em diversos casos, as empresas não chegam a comprá-las, mas firmam contratos de leasing ou arrendamento com os verdadeiros proprietários. Nesses contratos, a utilização da aeronave fica sob responsabilidade do operador. Neste caso, a JBS. 

A aeronave usada pelo trio foi um helicóptero modelo A109S de fabricação italiana avaliado em aproximadamente US$ 1,2 milhão. Arte/UOL
Lista mostra que Cabral e Adriana viajaram com Joesley Batista em helicóptero da JBS

Frota polêmica
Sérgio Cabral governou o Rio de Janeiro entre 2003 e 2014. Em dezembro de 2016, ele e sua mulher foram presos seus supostos envolvimentos em diversos esquemas de desvio de recursos públicos. Adriana cumpre prisão domiciliar, mas Cabral continua detido.

No dia 13 de junho, o juiz Sérgio Moro condenou Cabral a 14 anos de cadeia por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. Adriana foi inocentada. O casal ainda responde a diversos outros processos na Justiça Federal. LEIA TUDO AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário