sexta-feira, 30 de junho de 2017

PMs do Rio de Janeiro 'assaltaram' boca de fumo e venderam entorpecentes a usuários

Foto: Reprodução / TV Globo
O inquérito sobre o esquema criminoso envolvendo policiais militares de São Gonçalo e traficantes concluiu que os agentes de segurança "assaltaram" uma boca de fumo em uma das comunidades da cidade. Depois de render traficantes, os PMs que prestavam serviço no Destacamento de Policiamento Ostensivo (DPO) do bairro Mutuá passaram a vender entorpecentes a usuários de drogas da região. Segundo a investigação, o objetivo era fazer dinheiro rápido, então os militares deram início a um "saldão", baixando os preços das drogas. De acordo com o G1, os policiais civis também identificaram conversas em que traficantes negociaram com os militares o aluguel e a venda de fuzis da corporação. Armas apreendidas em determinadas regiões chegavam a ser revendidas em outras. "As comunidades de São Gonçalo viraram verdadeiros 'shopping centers' do crime para esses PMs", observou um policial. Os policiais civis responsáveis pela investigação identificaram atuação dos PMs nas comunidades do Salgueiro, Chumbada, Menino de Deus, Anaia, Jóquei, Alma Trindade, Jardim Catarina, Santa Luzia, Monjolos, Vista Alegre, Coruja, Martins, Feijão, Pereirinha, Mutuá e Mutuapira. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário