sexta-feira, 9 de junho de 2017

Mulher chamada de 'monstro' faz cirurgia e fica irreconhecível após doações

Luciene Anselmo de Faria, de 30 anos, nasceu com uma malformação e deficiência no crescimento da mandíbula, uma síndrome chamada pelos médicos de microssomia hemifacial.

Segundo divulgou o G1, por causa da aparência, ela era ridicularizada na escola, e que nunca conseguiu encontrar um emprego para poder se sustentar. "Eu decidi procurar um médico quando minha então sogra falou para o meu ex-marido: 'Para que, meu filho, tanta mulher bonita na rua e você arrumou justo ela, cheia de defeito?’"

Ao procurar ajuda, dentistas se mobilizaram para oferecer um tratamento gratuito. Ao todo, 12 profissionais atuaram diretamente para a cirurgia acontecer.

(Imagem Reprodução - Médicos responsáveis pela cirurgia / Unimes)
Após a cirurgia, a vida de Luciene mudou completamente. Pela primeira vez conseguiu um emprego em uma empresa de telefonia, e se mudou para o Rio de Janeiro.

"Tudo é um começo, uma nova etapa. A gente fica meio assim de enfrentar, mas tem que enfrentar. Eu estou segura e me sinto aceita", completou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário