sexta-feira, 16 de junho de 2017

Ministro interino da Cultura pede demissão

João Batista de Andrade enviou carta ao presidente Michel Temer a dizer que não tem mais interesse em continuar a frente do Ministério da Cultura. Ele ocupava o cargo desde a saída de Roberto Freire depois que as gravações de Joesley Batista vieram à tona.
Corte de 43% no orçamento, discordâncias com a nomeação do presidente da Agência Nacional de Cinema e quadro desfavorável para a cultura nacional, foram algumas das motivações para a saída de Andrade, que já é o terceiro na pasta somente nesse ano e não indicou ninguém para o seu lugar, tampouco quer participar da escolha do novo nome.

Nenhum comentário:

Postar um comentário