terça-feira, 13 de junho de 2017

LAURO DE FREITAS-BA: Professores fazem 'bolo do calote' para cobrar pagamento de direitos

por Francis Juliano
Foto: Divulgação / Asprolf
Um “bolo do calote” foi ofertado por professores de Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, na manhã desta terça-feira (13). Os trabalhadores foram até o gabinete da prefeita Moema Gramacho e protestaram contra a demora no pagamento de processos administrativos – como licença-prêmio, enquadramento, avanço horizontal e vertical – condições previstas no plano de cargos e carreiras. “Tem processo que está parado há 10 anos sem o funcionário receber. Esse bolo é para lembrar desses processos”, disse Valdir Silva, coordenador do sindicato dos professores [Asprolf], ao Bahia Notícias. Valdir afirma que por lei, o funcionário tem direito a receber os valores do processo em até 60 dias após dar entrada no processo. No entanto, a cultura das gestões é atrasar o pagamento, passando anos sem pagar os valores. Segundo o coordenador, cerca de 150 pessoas participaram do ato. Ainda segundo Silva, a prefeita se comprometeu a receber os professores na próxima segunda-feira (19) para tentar resolver o problema. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário