segunda-feira, 12 de junho de 2017

Google em ação

Deve chegar à Lava Jato nos próximos dias a resposta da Google que confirmará em quais computadores a conta “Iolanda” foi criada e acessada, com detalhamento de datas e horários.
Segundo o depoimento de Mônica Moura, em delação premiada, o e-mail era utilizado como forma de comunicação entra ela e Dilma. Em 2014, a então presidente precisava de uma forma segura de comunicação para que ambas conversassem e repassassem informações. As duas, na Biblioteca do Alvorada, criaram um endereço no Gmail e a partir disso se falavam por mensagens criadas e armazenadas na pasta de rascunho, sem nunca serem enviadas.
A resposta da Google sobre os números de IP dos computadores em que as contas foram acessadas poderá confirmar ou não a delação de Mônica.

Nenhum comentário:

Postar um comentário