quinta-feira, 15 de junho de 2017

BA: Com dois meses sem receber salários, jogadores do Colo Colo fazem greve

Ocupando a quarta colocação com 14 pontos conquistados na fase de classificação da Série B do Campeonato Baiano, os jogadores do Colo Colo de Ilhéus ameaçam não entrar em campo às 17h de sábado, 17, no Estádio Roberto Santos (Pituaçu), em Salvador, para enfrentar o PFC-Cajazeiras, segundo colocado da competição com 17 pontos, um a menos que o líder, Associação Desportiva Jequié-ADJ, que no mesmo dia e horário estará enfrentando o Atlético em Alagoinhas, terceiro colocado com 15 pontos. 

Os resultados das duas partidas definirão o primeiro e segundo colocados, para que seja conhecido em jogos de ida e volta, o campeão do acesso que estará classificado para a Série A do Baianão em 2018. A situação dos jogadores do Colo Colo segue complicada. Eles estão com dois meses de salários atrasados e na última segunda-feira, 12, decidiram entrar em greve por tempo indeterminado, suspendendo a preparação para a última rodada da Série B. 

A situação persiste desde o mês passado e, na manhã desta quarta, 14, a diretoria do Tigre de Ilhéus se reuniu com os jogadores pedindo que eles retornassem aos treinos. No entanto, o pedido não foi aceito. Caso os salários não sejam pagos, o grupo ameaça nem viajar para o confronto decisivo contra o PFC-Cajazeiras. 

Em contrapartida, a CVL, empresa responsável pelos pagamentos, teria garantido que o dinheiro estaria na conta dos jogadores até às 14h desta sexta, 16. Já convivendo com esse problema de salários no dia 28 de maio o Colo Colo veio a Jequié e empatou com a ADJ (1×1) tirando a chance do time jequieense disparar na liderança. Fonte:Wilson Novaes / BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário