quarta-feira, 31 de maio de 2017

Eletrobras tem até 2026 para devolver R$ 1,4 bilhão a fundo do setor elétrico

Foto: Divulgação
Ao contrário da primeira exigência da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), a Eletrobras ganhou o prazo de até o final de 2026 para devolver mais de R$ 1,4 bilhão a um fundo do setor elétrico (RGR). A diretoria da Aneel havia requerido que a estatal devolvesse o valor em até 90 dias. A empresa recorreu a decisão. Outros R$ 506 milhões deverão ser devolvidos pela empresa a Reserva Global de Reversão (RGR). Devido a uma reestruturação, a Eletrobras registrou em 2016 seu primeiro ano de lucro desde 2011. As novas condições dadas à empresa pela Aneel foram autorizadas pelo governo federal em lei. "Aqui está uma triste história desse fundo setorial. Há uma mudança muito constante nas regras do fundo, e sempre de alguma maneira para prejudicá-lo", disse o diretor-geral da Aneel, Romeu Rufino, criticando a flexibilização dos pagamentos. De acordo com informações do G1, os valores passarão por correção monetária e deverão ser calculado pela Eletrobras e apresentado à Aneel em 15 dias. BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário