terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Temer pode cancelar viagem para que a câmara não seja presidida por Ramalho

Michel Temer considera a possibilidade de cancelar uma viagem que tem agendada para a Alemanha em maio, segundo informa a Coluna do Estadão nesta terça-feira 28.

O motivo: não deixar que o deputado Fábio Ramalho (PMDB-MG) presida a Câmara, uma vez que o atual presidente, Rodrigo Maia (DEM-RJ), teria que assumir o Planalto na ausência de Temer.

O vice-presidente da Câmara rompeu com Temer na semana passada depois que o presidente escolheu o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR) para o ministério da Justiça, e não um parlamentar da bancada mineira.

Temer receia que, em maio, quando as reformas da Previdência e Trabalhista devem ser votadas, o deputado atrapalhe a aprovação. por Robson Pires

Nenhum comentário:

Postar um comentário