quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Parasita mortal que infecta carne invade os EUA pela primeira vez em décadas

O estado da Flórida, nos EUA, está em alerta máximo após especialistas descobrirem que um parasita invasor de carne está de volta.

As vítimas do recente surto são mais de 100 veados que habitavam um Parque Nacional. Acreditava-se que o verme tivesse sido erradicado nos EUA há décadas, mas o ressurgimento acionou um estado de emergência agrícola, com as autoridades tentando conter novamente a ameaça, segundo informações da Science Alert.

O parasita em questão são larvas da mosca Cochliomyia hominivorax, que quando amadurecem se parecem muito com uma mosca doméstica comum. No entanto, suas larvas, são especialmente perigosas. Elas infectam animais de sangue quente, enterrando-se em feridas abertas para se alimentarem de carne. Embora as pessoas também estejam em risco, o recente surto nos EUA não indicou vítimas humanas.

As larvas não haviam sido vistas na Flórida há 50 anos, desde uma longa campanha de erradicação, que teve início na década de 1930 e foi considerada bem-sucedida no ano 1966. Desde então, as autoridades locais mantiveram o controle biológico a partir de um método chamado Técnica do Inseto Estéril, que impediu que a espécie entrasse novamente em países da América do Sul e Central.

O processo envolve a liberação de machos inférteis, esterilizados por radiação, na natureza. Uma vez que as fêmeas da espécie só acasalam uma vez na vida, quando o faziam com os machos inférteis, o ato não resultava em prole, o que assegurou controle da população. No entanto, e apesar dos esforços em combater de forma permanente o problema, o verme voltou em julho deste ano, reaparecendo em veados (Odocoileus virginianus clavium) que habitam o condado de Monroe. TUDO AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário