quinta-feira, 1 de dezembro de 2016

Dez medidas contra corrupção do MPF ‘foram um tiro pela culatra’, avalia professor de direito

por Cláudia Cardozo
Lucas Carapiá é professor de direito de processo penal | Foto: Divulgação
O pacote de medidas contra corrupção, do Ministério Público Federal (MPF), desde que foi proposto, foi visto como um problema para alguns setores da academia de direito. Ao Bahia Notícias, o advogado criminalista e professor de direito processual penal, Lucas Carapiá, afirmou que a proposta trazia várias modificações no Código Penal e Código Processo Penal, e não se tratava apenas de dez medidas. “As medidas foram criadas para situações midiáticas”, pontua. O professor critica a postura do MPF de propor o projeto de lei, com vestes de iniciativa popular, por ser uma “conduta atípica do poder que é dado ao Ministério Público”. Leia mais na coluna Justiça no Bahia Notícias!

Nenhum comentário:

Postar um comentário