quarta-feira, 30 de novembro de 2016

Doença rara faz mulher ser alérgica ao marido

Imagine sofrer de uma doença que te impeça de estar perto das pessoas e lugares que mais gosta? A americana Johanna Watkins agora sente na pele essa situação.

Até um ano atrás, Johanna vivia sua vida normalmente: adorava caminhadas, passeios na praia e passar o tempo com seu marido Scott. Mas sua vida mudou por completo quando ela foi diagnosticada com uma rara doença imunológica que a fez se tornar alérgica a praticamente tudo, inclusive ao marido.

A alergia surge quando Johanna entra em contato com alguns alimentos, poeira e até o cheiro das pessoas. Aos 29 anos, ela passa os dias em seu quarto cercada por filtros de ar e isolada do mundo exterior.

Conhecida como síndrome de ativação de mastócitos, a condição impede que ela tenha contato físico, como um abraço, com todos à sua volta, podendo agravar o estado da doença. “Não posso chegar muito perto nem abraçá-la com segurança. Não posso dar um abraço sem machucá-la”, disse o marido ao Fox 9. Toda a comunicação com amigos e familiares são feitas via Skype e o casal dorme em quartos separados.

Luz e cheiros não são permitidos no quarto onde passa os dias e a comida, feita por Scott, deve ser preparada na casa de vizinhos. As únicas ocasiões que fazem com que ela saia do quarto são as consultas médicas. Mesmo nesses dias, o contato com o mundo exterior deve ser breve, pois só de sentir a atmosfera, Johanna vê os sintomas se manifestarem.

A casa onde moram, em Minnesota, é compartilhada com um casal de amigos e os quatro filhos de Johanne e Scott e uma campanha online foi criada para levantar fundos para construir um ambiente seguro para a jovem.  Fonte: Yahoo

Nenhum comentário:

Postar um comentário