quarta-feira, 28 de setembro de 2016

Por unanimidade, Gleisi e Paulo Bernardo são réus na Lava-Jato

Por unanimidade, a Segunda Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) abriu ação penal para investigar participação da senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR), do marido dela, o ex-ministro Paulo Bernardo, e do empresário Ernesto Kugler no esquema de desvios de dinheiro da Petrobras. Por unanimidade, o colegiado aceitou a denúncia apresentada pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, contra os três – que agora são réus. Eles responderão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. A decisão foi unânime, com os votos dos ministros Teori Zavascki, relator da Lava-Jato no tribunal, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Celso de Mello e Gilmar Mendes.  Leia Mais »

Nenhum comentário:

Postar um comentário