quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Investigação diz que voo MH17 foi derrubado por míssil trazido da Rússia

O míssil que derrubou o Boeing 777 da Malaysia Airlines, enquanto ele sobrevoava a Ucrânia, no dia 17 de julho de 2014, foi trazido da Rússia para uma área pró-russa no leste da Ucrânia, disse nesta quarta-feira (28) o diretor da Divisão Nacional de Investigação Criminal da Polícia Holandesa, Wilbert Paulissen.

"Com base na investigação criminal, concluímos que o voo MH17 foi abatido por um míssil BUK série 9M83, que chegou ao território ucraniano desde a Rússia", disse Pualissen, destacando que, depois, o sistema de lançamento de mísseis 'foi devolvido à Rússia”.

Paulissen fez a afirmação durante uma coletiva de imprensa em Roterdã, na qual foi divulgado um relatório da equipe de investigação composta por especialistas da Holanda, Austrália, Bélgica, Malásia e Ucrânia.

A queda do voo da Malaysia Airlines, que fazia a rota entre Amsterdã, na Holanda, e Kuala Lumpur, na Malásia, matou as 298 pessoas a bordo, a maioria cidadãos holandeses. Leia AQUI

Nenhum comentário:

Postar um comentário