segunda-feira, 30 de maio de 2016

Empregos em energia renovável aumentam 5% em todo o mundo

Mais de 8,1 milhões de pessoas trabalham na indústria de energia renovável em todo o mundo neste ano. Segundo um estudo inédito feita pela Irena, associação internacional do setor, o número é 5% maior em relação ao mesmo período do ano passado. O aumento contrasta com a redução do setor petrólifero, já que as grandes companhias do setor vêm enxugando suas atividades e fazendo um pesado corte de funcionários. No ranking das renováveis, a solar concentra hoje o maior contingente de mão de obra no mundo, com 2,8 milhões (em 2015, eram 2,5 milhões de pessoas). Em seguida, aparecem os biocombustíveis, como o biodiesel, com 1,7 milhão. Depois, está a eólica (com 1,1 milhão), em um crescimento de 5%. Quem puxou o crescimento foi a China, país onde já há mais empregados na atividade de energia renovável, com 3,5 milhões de postos, do que no setor de óleo e gás, com 2,6 milhões. Nos Estados Unidos houve alta de 16% na força de trabalhado oriunda das energia solar e eólica, por exemplo, chegando a 769 mil postos de trabalho, em contraste com a queda de 18% nos campos de petróleo. O Brasil, segundo maior empregador do mundo, com 918 mil pessoas, foi na contramão e cortou cerca de 41 mil postos devido à redução na atividade de etanol.

Nenhum comentário:

Postar um comentário