quinta-feira, 31 de março de 2016

Impeachment de Dilma: Sobram motivos

Uma das autoras do pedido de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT), a jurista Janaina Paschoal abriu sua apresentação na comissão do impeachment rebatendo a afirmação de que impeachment sem crime fundamentado é golpe. “Estamos diante de um quadro em que sobram crimes de responsabilidade”, acusou Janaina, para um plenário lotado. A jurista disse que os eleitores foram vítimas de um golpe e que o governo criou um ambiente de falsa sensação de estabilidade. “Vítimas de golpe fomos nós”, declarou.

Janaina afirmou que há configuração de um “quadro omissivo doloso da presidente”, principalmente no que se refere às denúncias de corrupção na Petrobras. Sobre as pedaladas fiscais, tema principal do pedido de afastamento da presidente, a jurista ressaltou que foi utilizado dinheiro de bancos públicos “sem ter condições, sem ter arrecadação”. Ela enfatizou que o governo fez operações de crédito com instituições financeiras controladas de forma irregular.  Leia Mais »

Nenhum comentário:

Postar um comentário