quinta-feira, 31 de março de 2016

Exército liberta mais de 800 reféns dos terroristas do Boko Haram

Foto: Mark Fischer - CC
O Exército nigeriano conseguiu resgatar mais de 800 pessoas detidas por militantes do grupo terrorista Boko Haram.

As tropas nigerianas libertaram os reféns no nordeste do país.

520 foram retirados da vila Kusumma, na terça-feira, das garras do grupo islâmico.

Outras 309 estava em 11 aldeias sob controle dos militantes.

“As tropas galantes limparam o restos dos terroristas do Boko Haram, em Kala Balge “, disse o porta-voz militar Sani Usman em um comunicado, acrescentando que 22 “terroristas” foram mortos.

A força regional, envolve tropas da Nigéria, Chade, Camarões, Níger e Benin.

História
O Boko Haram é um grupo terrorista surgido na Nigéria que, muitas vezes, é denominado como “grupo radical islâmico”.

Suas ações correspondem ao fundamentalismo religioso de combate à influência ocidental e de implantação radical da lei islâmica, a soaria.

O nome Boko Haram significa “a educação não islâmica é pecado” ou “a educação ocidental é pecado” na língua Hausa, um idioma bastante falado no norte do território nigeriano.

O surgimento do Boko Haram ocorreu em 2002 como uma seita religiosa, fundada por Mohammed Yusuf na cidade de Maiduguri, capital do estado de Borno, na Nigéria.

Para Yusuf e os seus seguidores, a cultura ocidental reproduzida na sociedade seria a principal razão para os males do país, sendo necessária a sua erradicação para combater a corrupção e o descaso das autoridades para com o povo. Com informações do GoodnewsNetwork e UOL

Nenhum comentário:

Postar um comentário