quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

MP impede que vereadores aumentem o próprio salário em cidade no Paraná

Foto: Reprodução/RPC
O presidente da Câmara de São Pedro do Iguaçu, no Paraná, cancelou o aumento salarial destinado a vereadores, prefeito, vice e secretários municipais depois que o Ministério Público (MP) apontou irregularidades no reajuste. Segundo o G1, o vereador Francisco Coelho Prates (PMDB) enviou ofício ao MP esclarecendo que a Casa vai voltar atrás no projeto, que havia sido aprovado em sessão extraordinária na véspera do Natal. O Ministério Público havia pedido o cancelamento do reajuste até ontem, pois considerou que os vereadores desrespeitaram o Regimento Interno da Câmara e dificultaram a participação popular na votação. Esta foi a segunda vez que a Câmara de São Pedro do Iguaçu aprovou um aumento salarial para políticos. Eles argumentam que querem facilitar a contratação de médicos na cidade. Ainda de acordo com o G1, a legislação local prevê que os servidores não podem receber mais que o prefeito, e por isso o reajuste seria necessário.

Nenhum comentário:

Postar um comentário