domingo, 29 de novembro de 2015

Seis autoridades são presas após se atrasarem para reunião de gabinete

Recententemente empossado, o presidente John Magufuli pediu austeridade aos ocupantes de cargos públicos na Tanzânia | Reuters
Um prefeito distrital resolveu aplicar a recomendação de austeridade feita pelo governo federal da Tanzânia de uma forma radical. Seis membros da administração de um distrito de Dar es Salaam, capital do país africano, foram presos após se atrasarem para uma reunião de gabinete.

"As autoridades ficaram seis horas na custódia da polícia", afirmou nesta sexta-feira (27/11) um porta-voz citado pelo jornal "Uhuru".

"No dia seguinte, eles (os seis) chegaram duas horas adiantados", acrescentou.

O governo federal está fazendo campanha anticorrupção e pediu que administrações de distritos apertem o controle sobre suas autoridades.

Nenhum comentário:

Postar um comentário