sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Seca prolongada já preocupa cacauicultores baianos

Uma longa e preocupante estiagem permanece na região cacaueira da Bahia.
Uma estiagem permanece na região cacaueira da Bahia há mais de 45 dias e já começa a preocupar os cacauicultores, pois a alteração climática pode comprometer a safra principal que está sendo estimada em 1 milhão de sacas para o Estado. As previsões climáticas apontam poucas chuvas nas áreas produtivas. Nos municípios de Itabuna, Ilhéus, Itajuípe, Uruçuca e Camacan que concentram grande parte da produção de cacau, o clima deve permanecer bastante seco nos próximos dias. Até o momento, a média mensal de chuva nessas regiões está abaixo do normal, de acordo com dados da meteorologia. Se o forte sol persistir no mês de novembro, poderá comprometer a próxima safra, de acordo com o analista de Mercado, Adilson Reis: “Se não chover nos próximos dias, teremos uma redução significativa na safra, isto porque estamos no período de mudanças de folhas e a plantação precisa de água. A vantagem é que nos meses anteriores, o clima foi propício para a lavoura e só por isso, ainda não estamos com problemas maiores. Não podemos estimar números, mas é certo que deverá reduzir”, afirmou. A situação é bastante preocupante, pois se o cenário não mudar nos próximos dias, esta seca poderá comprometer até a próxima safra temporã (2016/2017), pois irá gerar um retardamento nas entradas do cacau. *Informações do Mercado do Cacau

Nenhum comentário:

Postar um comentário