terça-feira, 29 de setembro de 2015

Transgênero é detida em aeroporto após pênis ser identificado como 'anomalia'

Shadi foi detida em aeroporto por causa do seu pênis | Reprodução/Twitter(Shadi Petosky)

Uma mulher transgênero foi detida no aeroporto internacional de Orlando (Flórida, EUA) após o equipamento de raio-x identificar o seu pênis como uma "anomalia". Shadi Petosky disse ter sido humilhada por agentes durante uma revista mais detalhada, que, segundo ela, durou 40 minutos.

Shadi, que é escritora, contou ter sido deslocada da área de embarque para uma sala, onde foi revistada por suposto risco de posse de material explosivo.

Equipamento identificou uma 'anomalia' entre as pernas da escritora | Reprodução/Twitter(Shadi Petosky)

Na sala de averiguação, Shadi disse a agentes da Administração de Segurança nos Transportes (TSA) após a indicação da "anomalia" encontrada:

"Isso é o meu pênis".

Não adiantou, e a escritora teve que passar pela revista íntima, contou o "Metro".

Durante a revista, Shadi perguntou se havia agente treinado para lidar com transgêneros. Segundo ela, a resposta: "Sei o que estou fazendo".

Quando foi liberada, Shadi perdeu o horário de embarque para voo a Minneapolis.

Nenhum comentário:

Postar um comentário