segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Incêndio em complexo da maior petroleira do mundo mata 11 na Arábia Saudita

por Dow Jones Newswires | Estadão Conteúdo *Foto: Reprodução/ Dinheiro Digital 
Um incêndio em um complexo residencial de uma gigante estatal do petróleo da Arábia Saudita matou pelo menos 11 pessoas e feriu mais de 200 neste domingo, disseram autoridades. Saudi Aramco, a maior companhia de petróleo do mundo em termos de produção e exportações, administra vários complexos fechados para a sua força de trabalho de expatriados, na região leste do Reino. "Estamos profundamente entristecidos em saber dos mortos e feridos que resultaram do incêndio. Nós oferecemos nossas sinceras condolências às famílias dos falecidos", disse o presidente interino e CEO Amin H. Nasser, em um comunicado. "Nossa prioridade imediata é prestar todo o apoio aos afetados por este incidente trágico. A Saudi Aramco está totalmente empenhada em garantir a segurança e o bem-estar de nossos funcionários e suas famílias." O incêndio começou no início da manhã deste domingo no porão de uma torre, na cidade oriental de Khobar. O fogo já foi completamente extinto. A Defesa Civil da Arábia Saudita disse no Twitter que o fogo estava "sob controle" e que as equipes estavam fazendo buscas nas torres para garantir que tenham sido totalmente evacuadas. Fotos publicadas na internet pela Defesa Civil mostraram colunas de fumaça que saíam das janelas do prédio, enquanto carros e móveis acabaram sendo queimados, o que dificultou a operação de busca e resgate. A causa do incêndio era desconhecida. Autoridades realizarão uma investigação para determinar o que a provocou, disse a empresa. As vítimas são de várias nacionalidades, segundo a Defesa Civil, que não forneceu mais detalhes. A gigante do petróleo emprega mais de 61.000 trabalhadores de 77 países, muitos dos quais residem em habitações da empresa. Fonte: Dow Jones Newswires.

Nenhum comentário:

Postar um comentário