segunda-feira, 31 de agosto de 2015

Abatido, José Dirceu se recusa a responder questionamentos na CPI da Petrobras

por Luiz Fernando Teixeira / Foto: Reprodução / Globo News 
O ex-ministro José Dirceu, preso por conta das investigações da Operação Lava Jato, se recusou a responder aos questionamentos dos membros da CPI da Petrobras nesta segunda-feira (31), segundo orientação do seu advogado. Dirceu, que seria ouvido na condição de investigado, se recusou a responder mesmo quando o presidente da CPI, Hugo Motta (PMDB) sugeriu que a sessão se tornasse fechada. Com uma expressão de forte abatimento e cansaço, Dirceu teve que ouvir os questionamentos e julgamentos de diversos deputados, além do relator da CPI, Luiz Sérgio (PT), mas só pronunciou uma frase: “Seguindo orientações do meu advogado, permanecerei em silêncio.” BN

Nenhum comentário:

Postar um comentário